Testo della canzone Sinto Muito Baby (DBS feat. Edi Rock & Black Alien), tratta dall'album Gordão Chefe

Sinto Muito Baby - DBS feat. Edi Rock & Black Alien

Tudo na vida dele parece despretensioso, ordenado e legítimo
Ele começa cedo, levanta às cinco da manhã
Toma café em uma lanchonete, sozinho, aí começa a trabalhar
Tem uma reunião com o contador ou com o advogado
À noite, costuma ficar em casa
E, se sair, acho que é para ir à boate
Com alguns jogadores, amigos, músicos
Mas nunca, nunca com os caras do crime organizado
É como uma família, sim, senhor
E ele estruturou a organização para protegê-lo da mesma forma

Eu sinto muito, baby
Cada um tem sua história e nóis comanda, entende?
Meu nigga Jairo já sabia isso é Baguá, moleque
Vários loucos, vários monstros enfim, fazendo rap

Black e Blue, que é da família, disse DBS
Você é zica, vem da laje e o chefe da oeste
Gordão é um Aston Martin, niggas, modelo DBS
Contando nota como poucos contaram na oeste
Eu sinto, eu sinto, eu sinto muito, baby
A vida é louca, nóis na pista, ouvindo KitKat
Lembrando os parças que amamos e nos deixou pra sempre
Fumando um, você desperta ouvindo Malcolm X
Junta os pedaços, vai pra arena, estilo Mad Max
Tá em São Paulo, zero-onze, as gatas se divertem
Banco de trás, várias gostosas, pique panicat
Era tanto, quando não tinha nem pra mobilete
Mobilete (ohh!)

Eu sinto muito, baby
Cada um tem sua história e nóis comanda, entende?
Meu nigga Jairo já sabia isso é Baguá, moleque
São vários loucos, vários monstros enfim, fazendo rap

Eu sinto, eu sinto, eu sinto muito, baby
Cada um tem sua história e nóis comanda, entende?
Meu nigga Jairo já sabia isso é Baguá, moleque
São vários loucos, vários monstros enfim, fazendo rap
Eu sinto, eu sinto, eu sinto muito, baby

Vish! É, Jairo é my nigga, agora, também
Então, Mr. Gustavo Black Alien
Sem estresse, com DBS e Edi Rock
Tá bom na mixagem, hein? É incrível
Check this out

Nigga, nigga, nigga, nigga, nigga, nigga, please!
De N.W.A. a DBS, ainda "Fuck the Police"
Quarenta primaveras, no inverno, mesma diretriz
Quarenta verões à vera, filiais da matriz

É aqui na Terra, mesmo tudo cinza, outono em Paris
Sem meio termo fuçou, perde o nariz
Ranzinza, eu não tô feliz
Não tô de bom humor, meu irmão
Então, não pede bis
Na batalha por paz, já falha se virar guerra
Eu tenho tudo a ver com isso, vai e faz, não me erra
Sem fim desde o início, semeando pensadores
Guerreiros, a enxurrada vem lavando a serra
É assim, mesmo

É sempre no pessoal, quando é pro coletivo
Vai é passar mal, se vier dar um motivo
De fato, vamos às vias; criamos
Eu criei monstros que, agora, me recriam
Convenhamos que vocês queriam
Pra dizer o que tem que ser dito
Tem que 'tá é pronto, viu?
Prontos sempre estamos
E estamos sempre por um fio
Até o fim, até o bis, até depois do bis

Eu sinto muito, baby
Cada um tem sua história e nóis comanda, entende?
Meu nigga Jairo já sabia isso é Baguá, moleque
São vários loucos, vários monstros enfim, fazendo rap
Eu sinto, eu sinto, eu sinto muito, baby
Cada um tem sua história e nóis comanda, entende?
Meu nigga Jairo já sabia isso é Baguá, moleque
São vários loucos, vários monstros enfim, fazendo rap
Eu sinto, eu sinto, eu sinto muito, baby

Eu sinto muito que não liga no circuito
DBS, Black Alien, R.O.C.K. no insulto
Sintonia no intuito
Pra colar, pra focar, pra causar tumulto
Brisa por mais um minuto
As ideias na batida é pelo duto, vulto, vuco
Culto a Lex Luthor
Superman, aqui, não vem
O jogo vai além do bem e do mal
Ouro, prata, que tem?
Primavera-verão, inverno
Céu e inferno, Lukeza, Andrade, Pereira, Hussein

Chega zen
E não fale mais do que dê, ve-ve-ve-veja bem
Sua palavra, mais do que escreva
É só firmeza, fortaleza
Com certeza, minha natureza
A nossa empresa, real nobreza
Na sutileza, virou a mesa
Na noite, pá, o champanhe
Scotch, lote, que eu ganhe
Já perdeu tempo demais
Cochilar, fica pra trás, quero mais

Quero prata, quero ouro
Com a família real, estouro
O tempo é soro, o tempo é rei
Ensina o homem, ensina o rei
Quero prata, quero ouro
Com a família real, estouro
O tempo é soro, o tempo é rei
Estilo homem, estilo o rei

Eu sinto muito, baby
Cada um tem sua história e nóis comanda, entende?
Meu nigga Jairo já sabia isso é Baguá, moleque
Vários loucos, vários monstros enfim, fazendo rap
Eu sinto, eu sinto, eu sinto muito, baby
Cada um tem sua história e nóis comanda, entende?
Meu nigga Jairo já sabia isso é Baguá, moleque
Vários loucos, vários monstros enfim, fazendo rap
Eu sinto, eu sinto, eu sinto muito, baby



Credits
Writer(s):
Lyrics powered by www.musixmatch.com

Link

Disclaimer: i testi sono forniti da Musixmatch.
Per richieste di variazioni o rimozioni è possibile contattare direttamente Musixmatch nel caso tu sia un artista o un publisher.

© 2021 Riproduzione riservata. Rockol.com S.r.l.
Policy uso immagini

Rockol

  • Utilizza solo immagini e fotografie rese disponibili a fini promozionali (“for press use”) da case discografiche, agenti di artisti e uffici stampa.
  • Usa le immagini per finalità di critica ed esercizio del diritto di cronaca, in modalità degradata conforme alle prescrizioni della legge sul diritto d'autore, utilizzate ad esclusivo corredo dei propri contenuti informativi.
  • Accetta solo fotografie non esclusive, destinate a utilizzo su testate e, in generale, quelle libere da diritti.
  • Pubblica immagini fotografiche dal vivo concesse in utilizzo da fotografi dei quali viene riportato il copyright.
  • È disponibile a corrispondere all'avente diritto un equo compenso in caso di pubblicazione di fotografie il cui autore sia, all'atto della pubblicazione, ignoto.

Segnalazioni

Vogliate segnalarci immediatamente la eventuali presenza di immagini non rientranti nelle fattispecie di cui sopra, per una nostra rapida valutazione e, ove confermato l’improprio utilizzo, per una immediata rimozione.